Formação de Professor|Cultura Educacional |Educação E Blog

No princípio, este Blog seria sobre História, Educação, Arte, Ciência e Tecnlogia. Agora é qualquer coisa que a cabeça pensa, o coração sente e os dedos teclam na redondeza e que possa contribuir para a formação do professor no Brasil.

Greve Nas Federais

Filed Under Púlpito | Posted on Julho 25, 2012


Greve Nas Federais

Caros leitores,

Segue, abaixo, video sobre a greve na Universidades Federais.

Se voce eh novo(a) aqui, inscreva-se ao meu RSS feed. Obrigado pela visita!

Leave a Comment

Carta Aberta dos Professores de Universidades Federais do Brasil à Sociedade

Filed Under Púlpito | Posted on Maio 24, 2012


Carta Aberta dos Professores de Universidades Federais do Brasil à Sociedade

Leave a Comment

A revolução tecnológica e seu impacto na vida das pessoas

Filed Under Estudantes | Posted on Maio 6, 2012


A revolução tecnológica e seu impacto na vida das pessoas

 

 

foto1.jpgUniversidade Federal de Goiás- Campus Catalão

Curso: Licenciatura em Educação Física

Disciplina: Educação, Comunicação e Mídia

Docente: Dr. Wolney Honório Filho

Discente: Antônio Augusto Fernandes Borges

 

É deslumbrante como o computador e os recursos digitais evoluíram desde a criação dos primeiros computadores na década de 40, que chegavam a pesar 30 toneladas e tinham a função apenas de fazer cálculos e resolução de problemas específicos, até os dias de hoje, quando o computador se tornou uma ferramenta portátil e que pode ser ultilizado para diversas funções.

 

A evolução do computador trouxe uma gama de outros recursos digitais e interativos que mudou drasticamente a forma como as pessoas vivem. A mais ou menos 15 a 20 anos quando assistíamos a filmes de ficção, que se passava em épocas futuras, talvez nem imaginássemos que todas aquelas tecnologias como acionamento de comandos por toque na tela, reprodução de vídeos em 3D, vídeo chamadas, viessem a existir de fato.  Ainda era difícil imaginar que o computador, celular e outros recursos se tornassem tão acessíveis para a população.

 

As crianças de hoje não passaram por esse processo de transição da tecnologia e já nascem dentro do mundo dos computadores, celulares, jogos eletrônicos e internet. O que muito se discute hoje é como tudo isso tem colaborado ou dificultado na formação das crianças. Levando mais especificamente para a área da educação física, o que se vê é que os jogos populares e as práticas físicas recreativas estão caindo no esquecimento, dando lugar às ferramentas e recursos tecnológicos. Com isso as crianças estão se tornando sedentárias. Um estudo coordenado pelo prof. Dr. Mauro Fisberg da Universidade Federal de São Paulo mostrou que 81% dos alunos de escolas particulares e 65% dos alunos de escolas públicas são sedentários, ou seja, realizam menos de 10 minutos de atividade física por dia. Isso, juntamente com uma alimentação desregrada, tem feito com que os índices de obesidade venham aumentando cada vez mais entre crianças e adolescentes, fazendo surgir cada vez mais precocemente diversas doenças como doenças cardiovasculares, desvios posturais e etc.

 

Quanto essas tecnologias podem estar ajudando ou atrapalhando na educação das crianças? Um ponto favorável é que a internet tornou o conhecimento muito mais ascessível, porém as crianças ultilizam mais os computadores para fim recreativo do que propriamente para estudar. Inclusive muita das vezes o computador e o videogame acabam prejudicando o desenvolvimento do aluno na escola, pois as crianças ficam tempo de mais frente aos jogos eletrônicos e na internet, tendo acesso muita das vezes a conteúdos que não são apropriados para suas idades.

 

Contudo, nos dias de hoje já é praticamente impossível privar as crianças do video game e da internet. Cabe aos pais saber controlar o acesso de seus filhos a internet policiando que tipo de conteúdos eles estão tendo acesso. Quanto aos jogos eletrônicos, deixar que a criança brique, mais que esse não tome tanto tempo da criança durante o dia, deixando um tempo nescessário para o estudo e também para a prática de atividades físicas.

 

Para os educadores, fica o desafio de como integrar as novas tecnologias às suas aulas sem que se perca o foco principal do tema a ser ensinado. Em uma entrevista da professora Marise Brandão ao site resvistapontocom ela falou a seguinte frase sobre as TIC´s: Elas devem ser um dos instrumentos para a construção do conhecimento. No mundo de hoje, as tecnologias são indispensáveis na educação das crianças e dos adolescentes. Eles ‘vivem’ tecnologias e quem não vive sonha em viver. É o mundo deles. Isto é fato. Como ignorar este potencial? Como permanecer no cuspe e giz?.

 

Diante do que ela diz podemos ver a importância do professor incrementar em sua aula novos recursos pedagógicos, afim de aprimorar o ensino e fisgar a atenção dos alunos ao que o professor deseja transmitir em sala, promovendo assim uma interação maior entre o aluno e o conteúdo da aula.

 

Referências:

 

Hamann, Renan : A evolução dos computadores. Disponível em: www.tecmundo.com.br  visitado em 06/05/2012

 

Salgado, Jocelem  : Atual estilo de vida reflete na pediatria. Disponível em: http://www2.uol.com.br/vyaestelar/ Acesso em 06/05/2012

 

Tavares, Marcos A importancia das TIC´s na educação. Disponível em: http://www.revistapontocom.org.br Acesso em 06/05/2012

Leave a Comment

Educação e tecnologia: um desafio ou uma estratégia para os professores?

Filed Under Estudantes | Posted on Abril 13, 2012


Educação e tecnologia: um desafio ou uma estratégia para os professores?

 

 foto.jpgUniversidade federal de Goiás

Campus Catalão

Disciplina: ECM Educação Comunicação e Mídia

Professor: Wolney Honório Filho

Aluna: Ana Paula Pacheco Silva

Sétimo período de Educação Física

 

 

Historicamente a tecnologia usada na educação escolar é um pouco mal vista e mal compreendida. Hoje em dia, por mais avançado que a tecnologia seja, muitos professores e escolas ainda não utilizam desses meios em sala de aula.

 

No entanto, por mais viável que seja usar da tecnologia para ensino aprendizagem, ainda é um grande desfio. Todos nós sabemos o quanto a tecnologia facilita o decorrer da nossa vida. Como por exemplo, ao invés de visitarmos uma determinada pessoa para discutir sobre algo, e termos que se deslocar, levando em conta tempo, disponibilidade e dinheiro, nos deixando mais ocupado com aquele determinado problema, podemos simplesmente pegar um meio de comunicação como um celular e ligar pra esse determinado indivíduo. Assim, resolvendo com mais facilidade e nos dando mais opções de tempo para resolvermos mais coisas no decorrer do dia, fazendo o nosso dia, em tese, ser mais produtivo.

 

Existem vários meios tecnológicos e um amplo universo e maneiras para a utilização da tecnologia. Se atualmente a tecnologia está presente em nossas vidas, qual desafio dos professores para incluírem as novas tecnologias no processo de educação de alunos na escola?

 

Hoje em dia é cada vez mais difícil a atenção dos alunos em sala de aula. E difícil também é dar aula com toda essa tecnologia; nootbook, tablet, celular. Tudo é muito facilitado. A comunicação com o mundo fora da escola não é mais um desafio. A internet é tão acessível, que até mesmo no celular se pode acessar.

 

Quem pode garantir que o aluno está prestando atenção na aula, com o celular em mãos? Ele pode estar com o corpo na sala, mais sua concentração em um bate papo, no MSN, facebok ou até mesmo procurando algum site para pesquisar sobre algo que possa ajudá-lo a concluir a tarefa que não fez em casa.

 

Cabe ao professor compreender a riqueza que tem em mãos, e utilizar desses meios como forma de chamar a atenção dos alunos. Com certeza, se usar de forma pedagogicamente não haveria nenhuma perda, e somente ganhos. Os professores, utilizando a tecnologia de forma pedagógica, conseguiriam abranger um número maior de atenção por parte dos alunos interessados na aprendizagem da aula.

 

 

Leave a Comment

Apoio Aos Professores De Goiás

Filed Under Notícias | Posted on Março 19, 2012


Apoio Aos Professores De Goiás

 

O Manifesto abaixo foi aprovado na última reunião do CODIC – Conselho Diretor do Campus Catalão – Universidade Federal de Goiás e publicado AQUI.

 

CAMPUS CATALÃO

MANIFESTO DE APOIO AOS EDUCADORES

E EM DEFESA DA EDUCAÇÃO PÚBLICA NO ESTADO DE GOIÁS

 

Ao Governo do Estado de Goiás

À Sociedade Goiana

Aos Professores e servidores da rede estadual de educação

 

Os representantes institucionais do Campus Catalão da Universidade Federal de Goiás, reunidos na reunião ordinária do Conselho Diretor no dia 15 de março de 2012, deliberou e aprovou o manifesto de apoio aos Educadores e em defesa da Educação Pública no Estado de Goiás, dirigido ao Governo do Estado de Goiás, à Sociedade Goiana, aos Professores e Servidores da Rede Estadual de Educação:

 

  1. Apoiamos e reconhecemos como legítimo o movimento de greve dos professores da Rede Estadual de Educação, expresso na pauta de reivindicações.
  2. Enquanto instituição responsável pela formação inicial (graduação) e continuada (pós-graduação lato e stricto sensu) dos quadros profissionais que atuam nas diferentes funções da Educação Básica, o Campus Catalão da UFG compreende que o processo de desqualificação do trabalho docente e de desrespeito à carreira - deflagrado pelo Pacto da Educação - fere não apenas a qualidade, mas também as condições estruturais e objetivas do trabalho docente na Rede Pública da Educação Estadual. Sobremaneira, preocupa e interfere na própria atuação da universidade na sua missão de formação de profissionais da educação; mais ainda, põe em questão o próprio processo formativo proposto e desenvolvido pela universidade.
  3. Movidos pela crença na democracia e pela defesa incondicional da escola pública, laica, gratuita e qualitativamente referenciada, declaramos apoio total e irrestrito aos professores e servidores da rede estadual de educação, por entender que todo e qualquer projeto para a educação deve, necessariamente, ser pautado pela valorização dos profissionais que atuam na construção e na consolidação da Escola, da Educação e da Sociedade. Neste sentido, repudiamos todo e qualquer ato de retaliação, difamação, cerceamento da liberdade de expressão e criminalização dirigido aos profissionais que livremente aderiram ao movimento de greve.
  4. Neste ato conclamamos a sociedade goiana a apoiar de greve dos professores da Rede Estadual de Educação e dele participar, efetivamente, porque, para além da legitimidade das reivindicações, o que está em risco são a existência e o fortalecimento da Educação Pública em Goiás.
  5. Reivindicamos às lideranças políticas e aos representantes da Secretaria da Educação e do Governo Estadual que sejam sensíveis aos prejuízos que esta greve representa para a sociedade goiana em geral, especialmente para os alunos, professores, servidores e beneficiários das escolas públicas estaduais, que encaminhem, com urgência, a reabertura do diálogo, condição sine qua non para a discussão das pautas apresentadas pelo movimento de greve dos professores estaduais.
  6. Acreditamos que os resultados deste diálogo serão consequente no impacto das atuais e futuras gerações da sociedade goiana e brasileira. Da abertura e do protagonismo dos agentes políticos e governamentais junto às lideranças do movimento dependem os desdobramentos e efeitos almejados.

 

CONSELHOR DIRETOR DO CAMPUS CATALÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS,

aos 15 de março de 2012.

Leave a Comment


keep looking »

Close
E-mail It