Formação de Professor|Cultura Educacional |Educação E Blog

No princípio, este Blog seria sobre História, Educação, Arte, Ciência e Tecnlogia. Agora é qualquer coisa que a cabeça pensa, o coração sente e os dedos teclam na redondeza e que possa contribuir para a formação do professor no Brasil.

Cinema, Poesia E Educação

Filed Under Cinema | Posted on Abril 12, 2008

Cinema, Poesia E Educação

pequenos-tormentos.JPG

Esta narrativa poderia começar assim: as luzes se apagam, o pano se abre e a tela do cinema se ilumina, trazendo aos espectadores imagem e som.

Mas, a realidade aqui é: ligue o seu computador e acesse o link do Portal Curtas abaixo para assistir Pequenos tormentos da Vida:

http://www.portacurtas.com.br/filme_abre_pop.asp?cod=5099&exib=2636#

Trata-se de um documentário dirigido por Gustavo Spolidoro onde a sala de aula, de uma turma da terceira série, é posta em cena, descortinando possibilidades didático-pedagógicas na educação da criança.

E na abertura, Mario Quintana:

Quando Guri, eu tinha de me calar
à mesa: só as pessoas grandes falavam…

“…agora, depois de adulto,
tenho de ficar calado
para as crianças falarem”

A primeira cena, propriamente dita, é um passeio pelo o que poderíamos chamar de uma “aula sem graça”, ou um dos pequenos tormentos da vida. Crianças bocejando, e a narradora explorando as palavras e as imagens, vai anotando o quanto a aula é sem fim e nada acontece.

“Se ao menos um avião entrasse por uma janela e saísse pela outra”, diz a narradora, finalizando a cena inicial. Trata-se de uma passagem do poema de Quintana:

De cada lado da sala de aula, pelas janelas altas, o azul convida os meninos, as nuvens desenrolam-se, lentas, como quem vai inventando preguiçosamente uma história sem fim…

Sem fim é a aula: e nada acontece, nada…

Bocejos e moscas.

Se ao menos, pensa Lili, se ao menos um avião entrasse por uma janela e saísse pela outra!

Em seguida, entra a professora, revertendo a situação e dando outro rumo à aula, solicitando de cada criança que elas indicassem três tormentos em sua vida: pequenos, médios e grandes.

É essa nova direção à aula que me chamou a atenção, além do texto do Quintana. A professora atirou as crianças no universo do poeta, fazendo-as pensar na própria história de vida.

Daí em diante, vale a pena assistir e ver os tormentos relatados pelas crianças, bem como a forma como o diretor foi pontuando esta interação entre as descobertas que as crianças foram fazendo do mundo do poeta Maria Quintana, como também a forma como a professora conduz sua aula, envolvendo as crianças no estudo da obra do poeta.

Pequenos Tormentos da Vida é um documentário gaúcho que, mesmo que pensemos que a própria poesia seja um pequeno tormento na vida das crianças, quando não apreciada, podemos imaginar também que ela, a poesia, é uma das formas de incentivar a criança a ler. Ou não?

Da minha parte, otimista como sou, prefiro acreditar que mesmo que estas crianças tenham se envolvido no projeto por brincadeira ou por estar entrando em cena e sendo filmadas, elas, ao interagirem com a obra do poeta, pensam o mundo e a si mesmas por um viés diferente do habitual. E isto tem um poder educativo muito interessante.

 

 

Ficha Técnica

Produção Jaqueline Beltrame Fotografia Gustavo Spolidoro, Vicente Moreno Roteiro Gustavo Spolidoro Montagem Vicente Moreno Música Pata de Elefante



Share This

Se voce eh novo(a) aqui, inscreva-se ao meu RSS feed. Obrigado pela visita!

6 Responses to “Cinema, Poesia E Educação”

  1. Liliene on Abril 12th, 2008 19:08

    Com certeza,ler este documentário foi uma luz enviada à minha escuridão…
    Trabalho com uma turma multiseriada e meu grande desafio é despertar em cada uma o interesse pela leitura e prazer na escrita, tentei e tento várias metódos, mas este foi uma luz mesmo, pois, a poesia realmente incentiva a criança a ler, mas o que mais me chamou a atenção foi a dinâmica usada pela professora e também o tema: ” tormentos da vida”, quem não gosta de chorar e reclamar de suas obrigações?

  2. Marco on Abril 14th, 2008 12:34

    Olá Wolney,

    Vídeo recomendado muito bom, gostei da maneira de trabalho da professora, e realmente da para tirar algumas ideias.

    “linquei” seu blog no educultirsão!

    será sempre bem vindo.

  3. Wolney on Abril 15th, 2008 6:14

    Liliene, fico feliz em ter ajudado com esta indicação. O filme realmente dá no que pensar.

    Marco, obrigado pela visita e pelo link.

  4. francisca on Setembro 16th, 2009 17:06

    ola prof wolney ja fui sua aluna na ufg no ano de 2005, como era de uberlandaia estou terminando a graduacao na ufu, gostei muito do soprando principalmente por que procurava informacoes para realizar um trabalho sobre cinema na educacao mais especifica no ensino de ciencias………….se tiver alguma opiniao fico grata….

  5. francisca on Setembro 16th, 2009 17:07

    ola prof wolney ja fui sua aluna na ufg no ano de 2005, como era de uberlandaia estou terminando a graduacao na ufu, gostei muito do soprando principalmente por que procurava informacoes para realizar um trabalho sobre cinema na educacao mais especifica no ensino de ciencias………….se tiver alguma opiniao fico grata

  6. Wolney on Setembro 16th, 2009 21:00

    Francisca, voce poderia entrar em contato comigo e especificar o que voce quer. Meu email: whonoriof@gmail.com

Deixe seu comentário




Close
E-mail It